Regras de Transito no Parapente

Conforme acontece a evolução dos alunos, estes aprendem que existem regras de trânsito para o voo livre, e que devem ser respeitadas, pois é fundamental para a segurança do voo.

Os pilotos mais experientes as regras já estão no sangue, mas sempre temos que revisa-las.

Seguem abaixo as regras para o voo, que vão atender aquele desde aquele voo prego aos maravilhoso voos de LIFTs e de TÉRMICAs, e naquele momento que acaba a sustentação e todos vão para o pouso.

Naquele momento da dúvida, lembrem-se destas regras.

Regra no. 1 
Em confronto frontal os dois pilotos devem mudar suas trajetórias para a direita.

Regra no. 2 
Se um piloto se aproxima pela sua direita você deve se desviar pois ele tem preferência.

Regra no. 3 
Em confronto frontal em vôo de colina, o piloto que tiver a colina à sua direita tem preferência.

Regra no. 4 
Em vôo de colina faça suas curvas se afastando da colina, quando for reverter a direção.

Regra no. 5 
Em vôo de colina, o piloto de trás não deve ultrapassar o piloto a frente que voa na mesma
direção e mesma altura, a ultrapassagem só pode ser feita se houver diferença dos níveis de vôo entre os dois pilotos, ver Regra 8.

Regra no. 6 
Em vôo de térmica, o piloto que está em baixo tem preferência, pois não consegue ver o
piloto acima.

Regra no. 7 
Em vôo de térmica, o piloto que começar a enroscar determina o sentido da rotação do vôo
(horário ou anti-horário), tendo os outros pilotos que entrarem na térmica rodar no mesmo sentido.

Regra no. 8 
Não vôe sobre um piloto com menos de 15 metros de desnível entre os dois. Isto evitará colisões caso o piloto debaixo pegue uma ascendente.

Fiquem sempre atentos as regras para evitarem situações de risco!

About the author: admin